Páginas

Quero encontrar:

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Reencontro...

O tempo passa e às vezes não nos damos conta de algumas coisas que parecem pequenas, mas na verdade possuem um valor inestimável.
Por exemplo, quando o pai e mãe saem para procurar uma escola, a gente ainda não sabe que eles saíram, na verdade, para procurar nossa segunda casa.
Aconchego, segurança, harmonia, alegria são qualidades fundamentais exigidas para aquele lugar onde passaremos uma boa parte da nossa vida.
E a quem eles nos entregarão? Claro, as exigências não param só numa estrutura, vão além, eles se deparam então com a necessidade de que nós, seus filhos, sejamos entregues a pessoas sorridentes, responsáveis, sábias, na ânsia de ver no professor, o modelo a ser seguido por seus bens mais preciosos.
O primeiro dia de aula, o primeiro encontro de muitos outros encontros. Aí começa a caminhada de brincadeiras, brinquedos, tombos e saltos... de amigos, amizades... de novidades, descobertas... erros e acertos... lutas e vitórias...
São encontros diários do professor com o aluno, do aluno com o colega, dos dois com o Conhecimento, do Conhecimento com a vida, da vida com a felicidade, da felicidade com a gente.
Encontro com os cálculos, equações, orações subordinadas, com o Descobrimento do Brasil, com células e corpo humano, verbo To be, com o buenos dias e buenas tardes, com a migração e imigração, polichinelos e Van Gouch...
E todo esse trajeto de anos, não pode cair no esquecimento. Não pode ser deixado para trás.
Precisamos Reencontrar nossa história.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opine sempre. Essa é a sua arma.